sexta-feira, 8 de março de 2019

BLACKBURN, Simon. “Deus” In: Pense: uma contagiante introdução à filosofia. Tradução: António Infante, António Paulo da Costa, Célia Teixeira, Desidério Murcho, Fátima St. Aubyn, Francisco Azevedo e Paulo Ruas. Lisboa: Gradiva, 2001. 

CANTEBURY, Anselmo. “Reply to Gaunilo”. (exertos). Tradução: M. Charleswort. In: Davis, Brian. Philosophy of Religion: a guide and antology. Oxford University Press: 2000, pp.318 – 326. 

CANTEBURY, Anselmo. Proslogion (1077-78) (exertos). Tradução: M. Charleswort. In: Davis, Brian. Philosophy of Religion: a guide and antology. Oxford University Press: 2000. pp. 311 – 312. 

CHISHOLM, Roderick M. (1972). “Beyond Being and Nonbeing”. Philosophical Studies 24 (245-257). 

DESCARTES, René (1641). “Meditações”. In Coleção Os Pensadores. Tradução: J. Guinsburg e Bento Prado Júnior. São Paulo: Abril Cultural e Industrial. 1973. 

GRIM, Patrick (2007) “Argumentos da impossibilidade” In: Compêndio Cambridge de Ateísmo. Tradução:Desidério Murcho, Lisboa: Edições 70 (no prelo). 

KANT, Imannuel. Crítica da Razão Pura (1787). Tradução: Manuela Pinto dos Santos e Alexandre Fradique Morujão. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2001. 

MALCOM, Norman (1960). “Anselm’s Two Ontological Arguments”. In: Pojman, L. P. Philosophy of Religion: An Anthology. Belmont: Wadsworth, 2003. pp. 76 – 86. 

MARMOUTIERS, Gaunilo. Pro Insipiente. (exertos). Tradução: M. Charleswort. In: Davis, Brian. Philosophy of Religion: a guide and antology. Oxford University Press: 2000. pp. 313 – 317. 

MURCHO, Desidério (2002). Essencialismo Naturalizado. Coimbra: Ângelus Novus- 2002. 

PLANTINGA, Alvin (1975). “Defence of the Ontological Argument”. In: Davis, Brian. Philosophy of Religion: a guide and antology. Oxford University Press: 2000. pp.342-352. 

ROWE, William L. (2007) Introdução à Filosofia da Religião. Trad. Vítor Guerreiro. Revisão científica de Desidério Murcho. Vila Nova de Famalicão: Quasi, no prelo.

Nenhum comentário:

Pesquise artigos filosóficos na internet

Loading