quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Theories and Reality: Five essays on Quine and underdetermination

Autor: Rogério Passos Severo

A tese da subdeterminação recebeu bastante atenção nas últimas décadas, mas pouco consenso se alcançou sobre o que diz. Mesmo seu mais influente defensor, W.V. Quine, mudou de opinião várias vezes sobre sua formulação e implicações. Este trabalho contém uma análise comparativa das concepções de Quine e os debates contemporâneos sobre o tema.Argumenta-se que 1) holismo e subdeterminação são teses distintas e que embora a primeira tese empreste credibilidade à segunda, é insuficiente para estabelecê-la; 2) a formulação de Quine da tese da subdeterminação é significativamente mais fraca do que comentadores têm suposto; 3) a rivalidade entre teorias empiricamente equivalentes é melhor compreendida em termos de não-intertraduzibilidade; 4) algumas críticas recentes da tese são vazias, pois indevidamente fortalecem-na a ponto de torná-la indefensável, e algumas defesas recentes da tese são inanes uma vez que se apóiam em uma concepção demasiado frouxa do que conta como sendo uma teoria rival; 5) contrariamente a uma suposição freqüente na literatura, a tese da subdeterminação não precisa ser pensada como sendo incompatível com o realismo epistêmico.


Citação: Severo, Rogério Passos (2006). "Theories and Reality: Five essays on Quine and underdetermination". Dissertação de Doutoramento na University of Illinois em Chicago. Supervisão de Peter Hylton.

Nenhum comentário:

Pesquise artigos filosóficos na internet

Loading