sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Buracos (LEWIS, David & LEWIS, Stephanie)

Tradutores: Rodrigo Reis Lastra Cid & Rodrigo Alexandre de Figueiredo

Argle: Eu não acredito em nada além de objetos concretos materiais.
Bargle: Há muitas opiniões suas que eu aprovo; mas uma de suas características menos aprazíveis é a afeição pelas doutrinas do nominalismo e do materialismo. Toda vez que você começa com um tópico desse tipo, eu sei que estamos entrando em uma longa discussão. Onde começaremos dessa vez: números, cores, extensões, conjuntos, campos de força, sensações ou o quê?
A: São todos ficções! Eu pensei muito sobre cada um deles.
B: Um longo trabalho para o anoitecer. Antes de começarmos, deixe-me pegar-lhe um lanche. Você gostaria de biscoitos e queijo
A: Obrigado. Que esplêndido Gruyère!
B: Sabe, há reconhecidamente muitos buracos neste pedaço.
A: É mesmo, há.
B: Peguei você.





Citação: Cid, Rodrigo (2010). "Tradução de  LEWIS, David & LEWIS, Stephanie (1970). “Holes”. Australasian Journal of Philosophy: vol. 48, n. 2, pp. 206-212." Fundamento: Revista de Pesquisa em Filosofia: vol. 1, n. 1, pp. 217-233.

Nenhum comentário:

Pesquise artigos filosóficos na internet

Loading