terça-feira, 21 de agosto de 2012

A Virada Ontológica na Filosofia Contemporânea

3 a 5 de outubro, 
PUCRS, Porto Alegre - RS



Tanto na tradição continental quanto na analítica, convenciou-se chamar o traço marcante da filosofia no século XX como a “virada linguística”. Preparada desde o século XVIII pelo impulso crítico que progressivamente alçou a questão do acesso humano ao mundo à condição de problema filosófico primeiro, esta virada, contudo, acabou conduzindo a impasses tanto internos quanto externos: até que ponto é possível aceitar a pretensão de fazer uma filosofia inteiramente livre de pressupostos e compromissos ontológicos implícitos? Até que ponto a crítica não passa, hoje, por uma discussão destes pressupostos? Até que ponto pode-se aceitar o caráter paradoxalmente autárquico que esta virada, em suas versões extremas, concede à linguagem em relação ao ser? Como evitar, por um lado, a aproximação com um senso comum desprovido de autorreflexividade e, por outro, um construtivismo extremo que arrisca reduzir toda realidade material ao livre jogo do significante?

Cresce na filosofia contemporânea uma tendência a considerar que a subordinação de toda e qualquer questão filósofica ao tema da relação entre o humano e o mundo – aquilo que Quentin Meillassoux batizou de correlacionismo – não apenas nos faz girar em falso, como nos torna incapazes de dar respostas àquilo que, no presente, exige pensamento: a crise ecológica, o esfumamento das fronteiras entre natureza e técnica, as diferentes dimensões políticas e culturais daquilo que se entende por ‘vida’, as questões levantadas pela biologia, pela neurociência ou pela física contemporâneas.

Saturados de um jogo de espelhos sem nada a refletir, estaríamos prontos agora para uma virada ontológica em filosofia? Se um tal movimento vingar, certamente não será às custas de um retorno à velha metafísica, mas de um novo processo de aprofundamento e ampliação da tarefa reflexiva assumida pela modernidade. O presente congresso quer trazer à luz as possibilidades e desafios deste novo cenário do pensamento filosófico.

organização: Grupo de Pesquisa Materialismos – Correlacionismo, ontologia e ciência na filosofia contemporânea (http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0006701GPX6ISZ) e Programa de Pós-Graduação de Filosofia da PUCRS.

Comissão organizadora: Prof. Dr. Rodrigo Guimarães Nunes (PUCRS) (presidente), Charles Borges (PUCRS), Prof. Dr. Eduardo Luft (PUCRS), Federico Testa (PUCRS), Prof. Dr. Marcelo Gross Villanova (PUCRS), Moysés Pinto Neto (PUCRS), Richer Fernando de Souza (PUCRS), Victor Marques (PUCRS)

Comissão Científica: Agemir Bavaresco (PUCRS), Eduardo Pellejero (UFRN), Hilan Bensusan (UnB), Nythamar Fernandes de Oliveira Jr. (PUCRS), Peter Pál Pelbart (PUCSP), Ricardo Timm de Souza (PUCRS)
participantes: Conferencistas:
Prof. Dr. Benjamin Noys (Chichester - Inglaterra); Prof. Dr. Eduardo Luft (PUCRS); Prof. Dr. Eduardo Viveiros de Castro (Museu Nacional/ UFRJ); Prof. Dr. John Protevi (Louisiana State - EUA); Prof. Dr. Markus Gabriel (Bonn - Alemanha); Prof. Dr. Norman Madarasz (PUCRS); Prof. Dr. Nythamar Oliveira Jr (PUCRS); Prof. Dr. Rodrigo Nunes (PUCRS); Prof. Dr. Steven Shaviro (Wayne State - EUA)

apoio: CAPES
instituição: PUCRS
submissões: Convidamos @s interessad@s a enviarem propostas de comunicações de 20min de duração para o email gpmaterialismos@gmail.com até o dia 1 de setembro de 2012. As propostas devem incluir nome, titulação, filiação acadêmica e um abstract de até 500 palavras. O resultado da seleção será comunicado no dia 10 de setembro de 2012. Maiores informações pelo blog http://materialismos.wordpress.com.
local: Auditório térreo, prédio 5, PUCRS
Porto Alegre - RS

Nenhum comentário:

Pesquise artigos filosóficos na internet

Loading